Ouça o discurso da prefeita Uberlândia em Água Limpa

domingo, 15 de dezembro de 2013

Por onde anda o astro do rádio brasileiro “Gil Gomes”

Um alô aos amigos do Gil Gomes: ele está precisando muito de todos. Seu estado de saúde inspira cuidados. O apresentador, que sofre do mal de Parkinson e vive sozinho em um apartamento alugado, precisa de alguém que cuide dele permanentemente.

Na semana passada, já existiu um socorro do Raul Gil, que pagou vários aluguéis atrasados, comprou comida e deu uma ajuda de R$ 10 mil pelos próximos três meses.

Mas ainda é necessário o apoio dos demais, que conviveram com ele em seus áureos tempos de rádio e TV.
Atualização: Após a publicação desta nota, Wilma Gil Gomes, advogada, filha de Gil Gomes, procurou a coluna para desmentir a informação de que o seu pai esteja abandonado e sem receber cuidados.

Segundo ela, Gil tem todo o apoio da família. Morar sozinho num apartamento, de acordo com Wilma, é uma opção do Gil. Faz parte da personalidade dele não incomodar ninguém – "Ele é muito reservado".

"Só preciso de Deus para me curar", afirma Gil Gomes, com mal de Parkinson

O apresentador e radialista Gil Gomes, 73, sofre de mal de Parkinson e, apesar de não trabalhar desde 2011, negou que esteja passando dificuldade financeiras, Gil declarou levar uma vida "muito boa", apesar da enfermidade. O comunicador tem feito acompanhamento médico para diminuir os efeitos da doença e relatou que sua família não o abandonou neste processo. Ele também disse que não precisa de ajuda financeira e emocional dos amigos da televisão e do rádio.
"Estou muito bem economicamente e psicologicamente. Minha família não me abandonou, faço tratamento para mal de Parkinson e vou me recuperar. Só preciso de Deus para me curar, para que eu possa voltar a trabalhar. Recebo aposentadoria e levo a vida muito bem. Não falta comida em casa, como igual a um leão", afirmou o apresentador.

Gil explicou que vive sozinho no bairro São Judas, na zona sul de São Paulo, por opção própria. "Meus filhos me visitam, querem que eu vá morar com eles, mas não vou, pois é uma opção minha morar sozinho. Minha mãe morou sozinha, minha avó e também vou morar sozinho. Velhos têm algumas manias".

A reportagem também conversou com o apresentador Raul Gil e com o cantor e político Agnaldo Timóteo, que recentemente visitaram o amigo e afirmaram que a situação dele não é tão boa quanto ele diz.

"Não é justo que nós artistas e comunicadores brasileiros permitamos que o Gil Gomes não tenha um apartamento próprio e more de aluguel", afirmou Timóteo, que torce para que o colega publique um livro intitulado "A História Social de Gil Gomes". "Ele não está bem economicamente, precisa de ajuda", garantiu Raul Gil.

Trajetória

O grande destaque da carreira de Gil Gomes foi em 1991, quando ele comandava o programa "Aqui Agora", no SBT. Com uma linguagem popular e sempre vestido com uma camisa, o apresentador gesticulava com as mãos, enquanto narrava os casos policiais com sua voz grave e característica. Em sua equipe estavam: Celso Russomanno, Jacinto Figueira Júnior, Sônia Abrão e Wagner Montes. Nos anos 70, ele trabalhou na Rádio Marconi.

Com a concorrência, Silvio Santos tirou a atração do ar e em 1998, Gil foi contratado pela TV Gazeta para ser repórter do programa "Mulheres".

Logo depois, Gil integrou a "Escolinha do Barulho", da Record e também apresentou um programa na Rádio Tupi.

Entre 2004 e 2005, foi repórter e apresentador do "Repórter Cidadão", na RedeTV!. Logo depois, de 2007 a 2011 integrava o time de radialistas da Rádio Record de São Paulo.
Atualmente, a Rádio Iguatemi de São Paulo transmite um especial com os melhores programas do radialista em dois horário: às 5h e às 14h15.

Por 14 anos, Gil Gomes foi casado com a dramaturga e escritora Ana Vitória Vieira Monteiro com que teve três filhos – Guilherme Gil Gomes, Daniel e Vilma. Guilherme morreu ainda jovem, vítima de hepatite C. Em seu segundo casamento, com Eliana, o apresentador teve mais duas filhas, Flavia e Nataly. Ele também é avô.

Nenhum comentário:

Postar um comentário